DICAS DE COMO VIAJAR DE MOTORHOME POR PORTUGAL

                         Agora que chegamos em casa, vamos começar a organizar nossas fotos e escrever nossos relatos com dicas para vocês. Devido ao interesse de muitos amigos, nosso primeiro post vai ser contando como foi para viajar de motorhome por Portugal.

                De onde tiramos essa ideia? Na verdade, sempre tivemos vontade de viajar de motorhome, mas faltava coragem para tal. Inspirados pelo blog Felipe, o pequeno viajante tomamos coragem de nos aventurar pela primeira vez nessa experiência. Será que seria fácil? Iríamos nos adaptar? Antes de contarmos como foi, podemos dizer o seguinte: Viajar de motorhome é apaixonante e viciante. Depois da primeira vez, não dá vontade de parar mais. Mal terminamos essa viagem e já estamos pensando na próxima. Os motivos para isso:

– não precisa ficar arrumando e desarrumando mala a cada novo destino;

– todos os seus pertences estão sempre ao seu alcance (quem viaja com criança sabe o quanto isso é importante);

– você pode escolher o visual do seu café da manhã, almoço ou jantar;

– o conforto que um motorhome oferece é melhor que muitos hotéis;

– o roteiro acaba ficando muito mais livre, sem a necessidade de chegar em tal destino pois temos uma reserva de hotel. Gostou de determinado lugar, é só estacionar e curtir;

– … poderíamos escrever muitos outros motivos, mas vamos lá!

POR QUE ESCOLHEMOS PORTUGAL?

                Mesmo tendo estudado muito sobre as rotinas do motorhome, sabíamos que só na prática para ter a exata noção de como seria a viagem. Então, optamos começar por Portugal, uma vez que a comunicação em português facilitaria em muito a nossa vida em caso de aperto com a autocaravana (é assim que eles chamam o motorhome por lá). Além disso, Portugal está muito preparado para receber esse tipo de viajante, seja pelos seus vários campings, estacionamentos ou postos onde é possível abastecer com água limpa e fazer o despejo de resíduos (na verdade, a Europa como um todo é muito preparada para quem viaja de motorhome).

QUANTOS DIAS DE MOTORHOME?

                Bom, como seria a nossa primeira experiência, alugamos o motorhome por 9 dias para ver se seria legal. Tem gente que aluga por 15, por um mês e tem gente que mora no motorhome. Depende do tempo disponível que se tem para a viagem. Em uns dois dias você já está acostumado com as rotinas do carro e adaptado ao espaço e ao dia a dia da viagem.

ONDE ALUGAR O MOTORHOME?

                Sempre que alugamos carro na Europa, alugamos direto, sem intermediários. Dessa vez ficamos inseguros por ser a primeira vez e buscamos a empresa Motorhome Trips aqui de Curitiba. O Francisco, dono da empresa, faz todo o intermédio com a locadora e presta auxílio via whatts auxiliando desde a escolha do modelo ideal, bem como tirando dúvidas que surgem antes e durante a viagem. O preço final dele acaba saindo o mesmo que se locássemos direto com a locadora (ele presta serviço para ela, recebendo comissão). Por sermos marinheiros de primeira viagem, valeu a pena pela segurança que ele nos passou. Lá em Portugal, a empresa que alugamos o motorhome é a McRent. Essa locadora tem lojas em diferentes países. Com carros super novos e uma baita assistência, indicamos muito essa locadora. Certeza de que você não ficará na mão com o veículo. Precisamos de um auxílio no segundo dia, pois estávamos com dificuldade de aquecer a água e eles nos ligaram por whatts e nos ajudaram até ficar tudo resolvido.

É MAIS CARO VIAJAR DE MOTORHOME?

                Quando a gente olha o preço da diária do motorhome, pode até se assustar no início. Todavia, se você for colocar tudo na ponta do lápis, compensa. Pense que não terá que gastar com diária de hotel, aluguel de carro ou deslocamentos de trem e acabará se alimentando bem mais em “casa”, logo diminuindo muito o valor da alimentação. No final desse post listamos todos nossos gastos para terem uma ideia do quanto gastamos. Tá certo que viajamos em baixa temporada, então a locação ficou mais em conta. No verão europeu, os preços são bem mais altos.

Foto: Nosso motorhome estacionado bem pertinho da Vila de Monsaraz.

Foto: Estacionamento colado no Santuário de Fátima.

QUAL MODELO ALUGAR?

                Existem vários modelos disponíveis, desde os compactos para duas pessoas até os maiores que acomodam mais passageiros. Nós optamos pelo modelo Family Standard, Sunlight T69L. Esse modelo acomoda até quatro pessoas, com duas camas de casal. Atendeu super bem as nossas necessidades.

PRECISA DE CARTEIRA ESPECIAL PARA CONDUZIR?

                Não. Basta ter a carteira de habilitação categoria B.

COMO É DIRIGIR UM MOTORHOME?

                É claro que é diferente do que dirigir um carro normal. As dimensões são bem maiores e por isso todo cuidado é pouco. O nosso carro tinha 7,43m de comprimento, 2,33m de largura e 2,91 de altura. Mesmo tendo uma câmera de ré, um sempre ajudava o outro a manobrar.

COMO É O ESPAÇO NO MOTORHOME?

  Esse era um ponto que nos preocupava. Onde vamos guardar todas as nossas coisas? E as malas? O motorhome tem um bagageiro enorme e muitos, mas muitos armários. Sobrou espaço. Isso que levamos bastante roupa principalmente pra Sofia e teve armários que nem chegamos a usar. O carro é todo planejado e todos os espaços são muito bem pensados para acomodar os nossos pertences.

 

Foto: Nossa suíte no motorhome.

 

Foto: Um pouco do interior do nosso motorhome.

E TEM CALEFAÇÃO?

                Essa foi uma das gratas surpresas do motorhome. O aquecimento a gás propano funciona muito bem. Podia estar frio na rua e a gente ficava só de camiseta dentro do carro, de tão quentinho que ele ficava. Você pode regular a calefação em quatro velocidades diferentes, dependendo da necessidade.

COMO É A ENERGIA DO MOTORHOME?

                O carro funciona como qualquer outro, a diesel (lá se chama gasóleo). Sobre a “casa”, ela pode funcionar com três fontes: bateria 12V, gás ou eletricidade. Quando o carro está em movimento, a bateria vai carregando e sustentando o necessário, como a geladeira. Com o veículo parado, a geladeira e o aquecimento funcionam a gás e o restante (todas as luzes) na bateria. A única coisa que precisa de eletricidade para funcionar são as tomadas, por isso volta e meia parávamos num camping para carregar máquinas, celulares e computador. Nos campings, você paga uma pequena taxa e conecta o carro na eletricidade. A partir daí tudo funciona com esse modo de energia. No rádio do nosso motorhome tinha uma entrada USB que a gente usava para dar uma carga no celular. Existem alguns equipamentos chamados inversores que convertem a energia da bateria ou placa solares para energia elétrica. Quem tem esse equipamento não precisa se preocupar em parar em camping para usar a eletricidade. O nosso não tinha, por isso tivemos a necessidade de pernoitar algumas vezes em camping (quatro das nove noites).

 QUANTO GASTAMOS DE GÁS?

                No aluguel do motorhome já estava incluso dois botijões de gás propano. Nós usamos a calefação direto e também cozinhamos bastante. Além disso, sempre que dormimos em free camping, o gás abastecia nossa geladeira. Com tudo isso, um botijão durou seis dias.

E A ÁGUA E ESGOTO?

                Existe um painel central no motorhome (o nosso ficava em cima da porta) onde você pode acompanhar o nível de carregamento da bateria, quantidade de água limpa e água suja presente no carro. Existe um compartimento que armazena 120 litros de água limpa. Essa água é usada da pia da cozinha, no chuveiro, pia do banheiro e descarga. A água das pias e do chuveiro vai para um outro compartimento de água suja, com a mesma capacidade de água limpa. A medida que a água vai acabando, basta procurar um posto, camping ou local para autocaravanas, abrir o reservatório para a água suja sair e com a mangueira encher o reservatório de água limpa. Super simples, prático e rápido. Ah, vale salientar que tanto o chuveiro como a água das pias têm aquecimento.

Foto: Chris esvaziando a casseta e abastecendo com água limpa (pela mangueira).

Foto: Fogão, pia e forno a gás.

E O VASO SANITÁRIO?

                O vaso sanitário funciona como um sanitário químico. No exterior do vaso, existe uma alavanca que abre e fecha a saída do sanitário. Quando você não está usando, ele fica fechado e quando vai usar basta mover a alavanca. Após usar o sanitário, dá descarga normal e os resíduos são armazenados em uma “casseta”. Os dejetos vão sendo acumulados ali e quando ela está cheia você para em locais específicos para limpá-la. Por incrível que pareça não fica cheiro algum devido ao produto químico que se coloca ali. Ele dilui tudo, inclusive o papel higiênico específico que a locadora nos deu. Esse produto químico para a casseta também estava incluso na locação do veículo. Tínhamos que limpá-la a cada dois dias mais ou menos.

SOBRE LOUÇAS, ROUPA DE CAMA E OUTROS ACESSÓRIOS

                A locadora te oferece muitos itens extras na locação. Nós alugamos as louças e lençóis. Levamos nossas toalhas (levamos umas bem velhinhas e já deixamos pelo caminho). Todas as louças são de plástico pois ficam dentro dos armários e, enquanto o motorhome está se movendo, elas ficam balançando dentro dos armários. Também é possível alugar churrasqueira, mesas e cadeiras para a rua e bicicletas. Nosso motorhome tinha um toldo no exterior, mas como viajamos no inverno, nem chegamos a usar. Mas ficamos imaginando um dia de primavera e verão! Aí a mesa, cadeiras e churrasqueiras seriam muito utilizadas pela gente.

Fotos:Curtindo as paisagens de Cascais.

SOBRE AS ESTRADAS E OS PEDÁGIOS

                As estradas de Portugal são excelentes e muito bem sinalizadas. Dá para viajar tranquilo por elas, tanto as principais quanto as secundárias. Os pedágios são frequentes. Nós alugamos na McRent um dispositivo (chip) que nos dava passagem livre pelos pedágios e depois acertamos o valor no final da viagem lá na locadora mesmo.

QUE APLICATIVOS SÃO FUNDAMENTAIS PARA VIAJAR DE MOTORHOME?

                Ter um GPS ou celular com chip habilitado facilita muito a sua vida, uma vez que você fica bem mais tranquilo no que diz respeito ao trajeto e tempo de rota. Nós compramos um chip que funcionava em todos os países da Europa, então estávamos com internet durante toda a viagem.  Usamos o aplicativo Waze durante todos os nossos deslocamentos. Para escolher onde pernoitar deixamos como dica aqui o aplicativo Park4night. Esse aplicativo informa sobre campings ou estacionamentos free para pernoitar. Os usuários dão dicas e escrevem o que você encontra em cada lugar. Foi muito útil durante nossos dias de viagem.

ONDE DORMIR, CAMPING OU FREE CAMPING?

                Uma das coisas que nos encantou desde o início quando víamos pessoas viajando de motorhome, era a possibilidade de se apaixonar por uma vista e ali ficar, sem se preocupar em voltar para o hotel. De fato, isso é incrível. Uma das coisas mais legais quando se viaja de motorhome. Imagina parar o carro na estrada, a beira mar, e ali ver o sol se pôr e nascer. Demais! Existem muitos estacionamentos e lugares onde é possível pernoitar com segurança e tranquilidade em Portugal. A essa modalidade de parar o carro em qualquer lugar, sem precisar pagar por isso, chama-se free camping. É muito comum na Europa. Você vê motorhome estacionados em todos os cantos. O que complica é que as vezes esses lugares não tem onde descarregar a água suja e abastecer com água limpa. Mas daí é só fazer isso em um posto antes de parar para pernoitar. Outra possibilidade é ficar em estacionamentos privados que te cobram uma pequena taxa para usar a água e o despejo da casseta. Também existem diversos campings, onde você paga uma taxa e pode usufruir de toda a estrutura, como eletricidade, wifi e etc. Pela nossa insegurança em saber “manusear” toda a estrutura do motorhome, nossa primeira noite foi em um camping. Depois do primeiro dia já tomamos coragem e fomos procurar os free camping para pernoitar. Só parávamos em camping quando a bateria dos equipamentos estava muito comprometida (usamos o tablet direto com desenhos para a Sofia e por isso acabamos precisando bastante de eletricidade). Mais adiante vamos escrever um post com nosso roteiro e falando sobre todos os lugares que pernoitamos.

Foto: Um camping em Ericeira.

Foto: Um free camping em Coimbra.

Foto: Um estacionamento pago específico para motorhome em Óbidos.

Fotos: Supermercado com estrutura para motorhome. E tudo gratuito!

QUANTO RODAMOS E GASTAMOS COM O MOTORHOME

Quilometragem total percorrida em 9 dias: 1300 km

Diária do motorhome: 100 euros

Kit louça: cortesia

Kit roupa de cama de casal: 51 euros

Cadeirinha para criança entre 0 e 3 anos (até 18 kg): 20 euros

Total de diesel: 184 euros

Total de pedágio: 130 euros

Chip para passagem livre nos pedágios: 1,80 euros por dia

              Se você quiser saber onde pernoitamos em cada lugar durante nossa viagem em Portugal, clique aqui e veja nosso roteiro.

                Também fizemos alguns vídeos bem caseiros onde a gente explica tudo isso que escrevemos. Assim que der vamos postar para vocês!

                Gostaram dessas dicas? Compartilhem com seus amigos!

(Visited 771 times, 3 visits today)

Comments

comments