COMO VIAJAMOS COM UM BEBÊ DE DOIS MESES E MEIO DE AVIÃO

               Depois da nossa primeira viagem de carro com a pequena Sofia (como contamos nesse post) chegou a hora de encararmos a nossa primeira viagem de avião. Ela está com um pouquinho mais dois meses e meio e embarcamos em um voo Porto Alegre- Rio de Janeiro. Nesse post contaremos como planejamos o voo e como foi nossa experiência.

ANTES DO VOO:

Check-in: fizemos o check-in com dois dias de antecedência para garantirmos um bom lugar no voo. Escolhemos o meio e o corredor, pois caso fosse necessário levantar e dar uma voltinha com ela pelo avião seria mais fácil.

Documentação: é necessário apresentar a certidão de nascimento para embarcar.

Carrinho: você pode despachá-lo juntos com as malas ou ir com ele até a aeronave. Preferimos a segunda opção e foi muito tranquilo. Você f
echa o carrinho ao entrar no avião e ao chegar no destino o carrinho
está na porta esperando.

Bagagem de mão: levamos tudo o que ela pudesse precisar. Uma mamadeira com água, leite em pó, fraldas, muda de roupa, trocador, cobertor (lembre-se que nos voos costuma ser um pouco frio) e os remédios que a pediatra indicou (enjoo, febre e dor).

DURANTE O VOO:

                Nossa maior preocupação era com a possível dor nos ouvidos da Sofia. Vimos muitos relatos de bebê que sofrem com a diferença de pressão, especialmente durante a decolagem e aterrissagem. Lemos bastante sobre o assunto e a principal dica foi dar o peito ou algo para o bebê sugar durante esses momentos. Durante a decolagem ofereci o peito para a Sofia e ela não sentiu nenhum desconforto. Logo em seguida adormeceu e dormiu durante toda a viagem. Como ela estava dormindo, não ofereci o peito na aterrissagem e ela também não sentiu nenhum desconforto. Como nossa viagem era curta também não foi necessário fazer nenhuma troca de fraldas. Todavia, se necessário, não se acanhe e troque na poltrona mesmo (nos voos nacionais os banheiros costumam ser bem apertados para isso).

DEPOIS DO VOO:

                Existem bebês em todos os cantos do mundo. Por isso agora é só aproveitar o seu destino e curtir cada momento. Lembre-se de planejar os seus passeios no ritmo do seu bebê. O melhor é destinar um pouco mais de tempo para cada lugar para poder passear sem pressa e desfrutar ao máximo a viagem. Salientamos que essa foi a experiência com o nosso bebê e que cada bebê tem seu ritmo e suas particularidades. O importante é não se acomodar e sair para viajar com os pequenos.

           Resumindo nossa primeira viagem de avião com a Sofia: ela está aprovadíssima. Se comportou muito bem e foi tudo muito mais tranquilo do que imaginávamos. Já está pronta para encarar destinos mais distantes. A gente não vê a hora disso acontecer!

                Gostou dessa dica? Compartilhe com seus amigos!

(Visited 242 times, 1 visits today)

Comments

comments