DICAS DE BRUGES: UM ENCANTO DE CIDADE!

                Bruges é uma daquelas cidadezinhas europeias da qual é impossível não sair apaixonado. É linda, charmosa e muito romântica. Em 2000 foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Sem dúvida, uma das cidades da Europa mais lindas que já conhecemos.

           A imensa maioria dos turistas chega na cidade de trem, vindos principalmente de Bruxelas ou ainda de cidades próximas como Amsterdã e Paris. O que muitos fazem é um bate e volta de alguma dessas cidades. Todavia Bruges merece mais do que um bate e volta. É verdade que em um dia se conhece os principais atrativos turísticos. Contudo, a noite Bruges se transforma e fica ainda mais encantadora. Por isso, na dúvida, não hesite em pernoitar por lá. Nós ficamos três dias na cidade e não nos arrependemos.

                A viagem de Bruxelas a Bruges dura em torno de uma hora. Ao chegar na estação de trem de Bruges você pode chegar ao centro histórico de ônibus ou táxi. Como estávamos com bastante bagagem e com a Sofia pegamos um táxi até nosso hotel. Saiu 12 euros na ida e 8 na volta. Se você estiver com pouca bagagem vale a pena ir até o centro caminhando. São cerca de 20 minutos de uma bela caminhada.

                Aliás, é caminhando a melhor forma para se conhecer a cidade. Caminhe por todas as ruelas que puder. As construções em estilo medieval surpreendem pelo seu ótimo estado de conservação. Se tiver tempo livre você pode alugar uma bicicleta. Por falar nisso você verá muitas bicicletas por lá. Definitivamente, esse é o meio de transporte mais utilizado pela população local. Muitos turistas optam por conhecer a cidade através dos passeios de charretes que podem ser contratados na praça central da cidade.

                Outro modo de conhecer a cidade é através do passeio de barco pelos seus canais. É um programa altamente turístico e não pode ficar de fora do seu roteiro. Você vai curtir a cidade por um outro ângulo. Os barcos saem com bastante frequência. Só cuide os horários de início e fim. Quando estávamos lá o último barco saía as 18h. O passeio custou 8 euros por pessoa e durou cerca de 30 minutos.

Fotos: Passeios de barco pelos canais de Bruges.

           Suas caminhadas certamente te levarão ao Markt Square, coração de Bruges. É a praça central da cidade, com uma arquitetura riquíssima. Nessa praça está o Campanário Belfort (foto ao lado), com 83 metros de altura. Dizem que a vista lá de cima é incrível. Como estávamos com a Sofia dispensamos a subida dos mais de 300 degraus. De um lado da praça existe uma sequência de casinhas coloridas que abrigam bares e restaurantes. Bem pertinho dali está a Praça Burg, também tem prédios lindos como a da prefeitura toda em estilo gótico. Nessa praça ainda está a Basílica do Sangue Derramado, uma das menores basílicas da Europa, mas que é famosa por abrigar um pouquinho do sangue de Cristo. Outra igreja famosa na cidade é a Igreja de Nossa Senhora: guarda a obra Madona e a Criança de Michelangelo.

Fotos: Markt Square e suas casinhas coloridas e belas construções.

          Begijnhof é um lugar muito tranquilo. Trata-se de um conjunto de casinhas brancas que hoje é moradia de religiosas. Ali pertinho fica o Lago do Amor, um lugar delicioso para uma pausa na caminhada e contemplação da natureza exuberante.

Fotos: Arredores do Lago do Amor.

                Bruges ainda é deliciosa no ponto de vista gastronômico. Para os chocólatras de plantão, a cidade é repleta de lojas que vendem essas delícias. Muitas dessas lojas oferecem degustação. Podemos afirmar que os chocolates são realmente divinos e vale muito a pena experimentar. Outro clássico belga são os tradicionais waffles. É impossível sair de Bruges sem provar ao menos um. Os mais gostosos na nossa opinião são os do Oyya, pertinho da Markt e sempre cheio de gente.

Foto: Os deliciosos waffles.

                Para os apreciadores de cervejas, vale lembrar que a Bélgica é o berço das melhores cervejas do mundo e em Bruges não faltam opções para degustar. Um dos melhores lugares para isso é o 2BeBar (foto ao lado), com centenas de rótulos de cervejas, muitas delas artesanais. Além disso, a vista para os canais é lindíssima.

                Outra marca belga são as batatas fritas. No Markt estão as barraquinhas mais tradicionais. Vamos ser sinceros em dizer que não achamos nada demais nas batatas. São boas, mas já comemos melhores aqui no Brasil.

                Além de chocolates, waffles, cervejas e batatas fritas, Bruges ainda é famosa por suas rendas de ótima qualidade. Você pode encontra-las em muitas lojinhas da cidade.

                Sobre onde ficar em Bruges, a dica é ficar no centrinho da cidade. Nos hospedamos no Hotel Jan Brito e amamos. Contamos mais sobre ele nesse post aqui. Confere lá!

                Gostou dessas dicas? Compartilhe com seus amigos!

(Visited 39 times, 1 visits today)

Comments

comments